12.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalPonte do Rio Melchior será liberada em fevereiro

Ponte do Rio Melchior será liberada em fevereiro

A partir do início do mês de fevereiro, a ponte sobre o Rio Melchior, na DF-180, já poderá estar liberada para o tráfego de veículos. A data foi confirmada nesta quinta-feira (20), pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), durante visita do governador em exercício, Paco Britto, às obras no local.

Na próxima semana, estão previstos os testes de carga sobre a ponte para a avaliação de liberação do tráfego | Fotos: Jaqueline Husni/Agência Brasília

A ponte – que nunca passou por reformas – está recebendo reparos desde o início de janeiro, após ter sido detectada movimentação do pilar que segura a estrutura no trecho que faz ligação entre a BR-070 e a BR-060. Desde então, o DER-DF proibiu o tráfego de veículos e deu início às obras, que envolvem cerca de 50 trabalhadores do próprio órgão.

Na próxima semana, estão previstos os testes de carga sobre a ponte para que, então, o tráfego seja liberado. Segundo o DER-DF, porém, além dos automóveis de passeio e utilitários, apenas caminhões com menos de dois eixos estarão liberados para trafegar no local.

Recuperação da ponte é ação emergencial, após serem detectados problemas na estrutura

De acordo com Paco Britto, o governo está atento à segurança, à vida e aos espaços de todo o Distrito Federal. “Por determinação do governador Ibaneis Rocha, a reforma da ponte está sendo feita para evitar uma catástrofe, como já aconteceu no passado”, afirmou.

O diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur Junior, explicou que a recuperação da ponte faz parte da etapa emergencial, após o registro de problemas na estrutura da ponte. “Mas já estamos bem adiantados com a elaboração de um projeto; aí, sim, será uma obra maior para resolvermos, de vez, o problema”, adiantou.

Fauzi também acompanhava a pavimentação da ponte e a criação de um desvio paralelo caso o teste de carga seja negativo. “Antes de tudo, é preciso garantir a segurança de todos”, concluiu.

Embora a ponte, que tem 27 metros de extensão e seja passagem para aproximadamente 15 mil veículos por dia, os moradores das regiões próximas ao Rio Melchior – a maioria formada por produtores rurais – veem com bons olhos a obra e a proibição de tráfego durante esse período.

“Essa é a primeira vez que o poder público vem aqui. Nunca um governador esteve aqui antes. Nós vemos essa ponte balançar há anos e nunca foi feito nada”, disse Advenir Oliveira, 51 anos, dono de uma granja na região da Boa Esperança, nas proximidades do rio. “Uso a ponte com frequência para escoar a minha produção, mas a nossa segurança é o mais importante”.

Uma dezena de outros moradores da região acompanhou, juntamente com o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, a visita do governador em exercício à obra. Do grupo também fez parte o líder comunitário Domício do Carmo, 70 anos, um dos primeiros a pedir providências para o governo. “O GDF agiu bem rápido, estamos satisfeitos”, afirmou. “Este é um governo que ouve a população e que age e trabalha para atender às demandas que vem dela. Esta é a forma de trabalhar do governador Ibaneis Rocha”, completou Paco Britto.

Fonte: Agência Brasília

redacao
redacaohttp://brasiliatotal.com.br
Brasília Total veio com o objetivo de trazer noticias reais, tem tudo que você precisa saber em um só lugar. E em primeira mão.
Continue Lendo
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -