13.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalEducação no Campo atende quase 25 mil estudantes em 80 escolas

Educação no Campo atende quase 25 mil estudantes em 80 escolas

Contato com a natureza, ar puro, trilhas ecológicas e vivências a partir do que é ensinado em livros. Essa é a proposta que a Educação no Campo, modalidade da Educação Básica, oferece a crianças, adolescentes e adultos em regiões distantes das áreas urbanas no Distrito Federal. As ações integram o dia a dia das salas de aula dos quase 25 mil estudantes de 80 unidades escolares no DF.

Nomes de plantas, sementes e animais do cerrado integram o Alfabeto Monjolo, que faz parte dos conteúdos da Educação no Campo | Fotos: Mary Leal/Secretaria de Educação

Na Educação no Campo, a rede pública faz adequações na organização curricular e pedagógica para atender as necessidades dos que frequentam as escolas do campo. Aspectos culturais, econômicos, ciclos de produção, condições climáticas e tradições da comunidade camponesa são exemplos dos assuntos abordados nas escolas da modalidade, divididas em 10 coordenações regionais de ensino.

A Escola Classe Monjolo, localizada na área rural de Planaltina, é uma das unidades do campo da rede pública do DF. Lá, 107 estudantes estão matriculados no ensino fundamental e na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Eles participam de ações como trilhas ecológicas e projetos ligados a sustentabilidade e cultura.

“Plantamos sonhos na vida dos estudantes do campo. Mostramos que por meio da educação eles podem conquistar muitos objetivos. Eles têm a oportunidade de enxergar várias possibilidades a partir das pequenas riquezas que envolvem a comunidade em que vivem. Nossa atuação acaba indo além dos muros da escola”, revela Vânia Braga, diretora da Escola Classe Monjolo.

Isabella Gomes e Emanuel de Sousa são estudantes da Educação no Campo

A estudante Isabella Gomes, 10 anos, relembra algumas das experiências vividas na Escola Classe Monjolo. “Tive oportunidade de conhecer mais sobre a fauna e a flora na trilha-aula que fizemos. Também visitamos a Estação Ecológica Águas Emendadas, onde aprendi várias questões de geografia. Gosto muito da minha escola. Acho aqui completo e divertido”, conta a menina, que cursa o 5º ano do ensino fundamental e tem planos de fazer faculdade de medicina.

A horta é um dos ambientes que o estudante do 5º ano Emanuel de Sousa, 9 anos, mais se identifica na EC Monjolo. O local tem temperos e hortaliças, plantados pelos alunos, que são utilizados na alimentação escolar. “Gosto muito da escola, das amizades e da comida feita aqui”, destaca o aluno, que sonha em ser cozinheiro.

Alfabeto Monjolo

As unidades escolares do campo da rede pública trabalham com a Proposta Didática para Construção de Inventário Social, Histórico e Cultural das Escolas do Campo. A ideia é mostrar que cada uma delas é parte integrante da comunidade. O objetivo é que o estudante seja protagonista do processo. Ao observar as características singulares do local onde vive, ele reflete sobre as formas de organização, identidade cultural e relação de pertencimento à comunidade.

O projeto Alfabeto Monjolo também faz parte dessa proposta ao utilizar aspectos do cotidiano das crianças da EC Monjolo para ajudar na alfabetização. “Usamos elementos familiares que têm valor para eles e a partir daí fazemos associações e relações para ampliar o vocabulário e conhecimento das crianças”, destaca a professora Lucilei Coimbra.

*Com informações da Secretaria de Educação do DF

The post Educação no Campo atende quase 25 mil estudantes em 80 escolas appeared first on Agência Brasília.

Fonte: Agência Brasília

redacao
redacaohttp://brasiliatotal.com.br
Brasília Total veio com o objetivo de trazer noticias reais, tem tudo que você precisa saber em um só lugar. E em primeira mão.
Continue Lendo
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -