22.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalA arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar...

A arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar de verdade

Como uma casa virar um lar? Qual é a diferença de uma para outra? Valter Strunk e Ariadne Pereira vão tentar responder essas perguntas nos próximos dias. O casal é responsável pelo Arquitetando o Mundo, projeto que, de forma colaborativa e integrativa, reforma unidades de acolhimento para crianças e adolescentes. No Distrito Federal há duas semanas, a dupla deve seguir por aqui mais um mês e, nesse período, o objetivo é reformar a casa que executa o Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Saica), que faz parte da estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

A unidade fica no Recanto das Emas e acolhe oito pessoas, entre meninas e meninos de até 17 anos com quebra de vínculos familiares. Trata-se de uma casa com toda a estrutura residencial, com banheiros, quartos, cozinha, sala e varanda; mas com alguma carência acerca de aspectos mais acolhedores. “Antes de começar qualquer reforma, a gente trabalha o sentimento de pertencimento e apropriação do espaço por essas crianças”, explicou a psicóloga Ariadne Pereira.

Projeto Arquitetando o Mundo pretende trazer mais aconchego para projetos sociais que abrigam quem está em situação de vulnerabilidade

Na manhã deste sábado (6), o casal esteve na Saica para iniciar o projeto. Por meio da oficina O Abrigo dos Sonhos, eles realizaram um trabalho com argila e palitos de picolé para entender como os abrigados enxergam a unidade. “O ambiente é a gente quem faz, a paz precisa prevalecer”, disse um dos jovens durante a produção”, destacou outra adolescente.

“Depois desse trabalho, a gente monta o projeto e tenta mobilizar empresários em busca de materiais e a comunidade na ajuda com mão de obra”, detalhou Valter. “É importante a vizinhança abraçar esse lar, conhecer quem mora aqui e entender do que se trata esse trabalho”, completou o arquiteto.

De acordo com o cronograma pensado, na próxima semana, a dupla volta para uma abordagem com os servidores do local. Paralelamente, saem às ruas para apresentar o Arquitetando o Mundo em lojas de materiais de construção, de tintas, elétricas e hidráulicas, para viabilizarem os produtos a serem utilizados. A Sedes [Secretaria de Desenvolvimento Social] também vai disponibilizar equipamentos e mão-de-obra. A expectativa é, em duas semanas, iniciar os reparos.

“O envolvimento e engajamento da sociedade é fundamental. Não estamos falando somente de colaborar com material e o apoio pedido pelos responsáveis pelo projeto, mas em entender a Saica e acolher seus moradores”, enfatizou a secretária-adjunta de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Arquitetando o Mundo

Após se conhecerem por meio de um aplicativo de relacionamento, Valter e Ariadne descobriram que tinham muito mais em comum além do amor um pelo outro; por exemplo, a vontade de mostrar para as pessoas que elas mesmas devem começar a resolver seus problemas.

Há cerca de quatro anos começaram a implementar o Arquitetando o Mundo como forma de democratizar a arquitetura. Com o apoio da empresa RV Digital iniciaram as atividades pelas cidades em uma van modelo 2014 toda adaptada pelo casal para servir de moradia também. Vindos de São Paulo, onde reformaram cinco abrigos, a dupla chegou ao DF, pois a psicóloga tem família aqui. “Nossos parentes fizeram contato com a Sedes e, a partir daí, a coisa fluiu fácil”, conta o arquiteto.

“Quando esse projeto chegou ao nosso conhecimento foi aceito imediatamente. Ele exalta vários preceitos fundamentais na política de assistência social: protagonismo, empoderamento, engajamento, autossuficiência, colaboração, cooperativismo e pertencimento, entre outros”, apontou o secretário executivo de Desenvolvimento Social, Thiago Pinheiro. Apesar de terem familiares em Brasília, optaram por continuar morando dentro do veículo e passam as noites estacionados em uma igreja na Asa Norte.

Para apoiar o Arquitetando o Mundo

(61) 3773-7236 (de segunda a sexta-feira, de 9 às 17 horas)

*Com informações da Sedes

Fonte: Agência Brasília

redacao
redacaohttp://brasiliatotal.com.br
Brasília Total veio com o objetivo de trazer noticias reais, tem tudo que você precisa saber em um só lugar.
Continue Lendo
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -